Name:
Location: Portugal

Friday, November 24, 2006

Cartas de amor


"Todas as cartas de amor são Ridículas.
Não seriam cartas de amor
se não fossemRidículas.
Também escrevi em meu tempo
cartas de amor,Como as outras,
Ridículas. As cartas de amor,
se há amor,Têm de ser Ridículas.
Mas, afinal,S ó as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor É que são
Ridículas
Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso Cartas de amor
Ridículas.
A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que sãoRidículas
(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)"
Fernando Pessoa

6 Comments:

Blogger Maria e Jorge said...

Mas como é bom passar por este tipo de ridicularidade!
Esta sim pode-se considerar uma ridicularidade saudável. Porque infelizmente por vezes nos deparamos com ridicularidades pobres. Mas no que se refere ao Amor é sempre "rico".

3:54 PM  
Blogger Angela said...

Só o Fernando Pessoa é que consegue expressar assim as nossas dualidades... Hoje podemos achar que um amor foi ridículo mas na altura em que amámos, esse amor foi o mais importante e verdadeiro do mundo!

Beijo grande.

4:56 AM  
Blogger Claudia said...

Até eu já escrevi e recebi as minhas cartas de amor... E ainda bem! Confesso que visto de fora, não tem mesmo o mesmo sabor de que vivido por dentro...

Beijo enquanto espero que também escrevas e recebas as tuas...

P.S. Como sei que também gostas, aviso-te (para o caso de ainda não saberes) que saiu um livro novo do José Luís Peixoto, "Cemitério de Pianos".

1:45 PM  
Blogger Vera said...

Adoro este poema de Fernando Pessoa! Excelente escolha!
E é tão bom sermos ridículos por vezes! Escrever cartas de amor ridículas! Recebê-las...
Que saudades de uma carta de amor!
Beijinhos grandes!

2:45 PM  
Blogger Vera said...

Querido Alikimista, vim-te deixar um beijinho e pedir-te que escrevas depressa! Queremos ler-te!

4:17 AM  
Blogger anrasaxa said...

cartas de amor... Ha quanto tempo...
adoro este poema do sr. Fernando Pessoa..

12:42 PM  

Post a Comment

<< Home